To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

História

Em meados de 1970

, onde a situação dos cultos religiosos sofriam preconceito

 desenfreado e abrir oficialmente um terreiro de candomblé era grande desafio. Nossa matriarca, Mameto Kafumungongo, que já tinha seus pés enraizados nas tradições afro-brasileiras pela nação nagô e levava com punhos de ferro seus ensinamentos, muito provável já fazia a prática dos cultos sem a instituição do centro. 

Contudo, nesta época, criou-se a TENDA PAE ROQUE DE ANGOLA, tendo este nome devido às tamanhas regras  e limitações sobre as diversidades religiosas existentes. Porém, não a limitou de manter viva a memória até hoje lembrada por filhos, netos e bisnetos.

Com o passar dos anos, ainda em vida transferiu para Tata Guiamazy o sacerdócio do terreiro, onde batizou-se como Reino de Dandalunda (REDANDÁ), inkice pelo qual foi iniciado na nação Angola e agregou à casa sua fé, sabedoria e respeito ao culto.

Por todo este tempo, o REDANDÁ construiu seu nome e tradição. Sendo respeitado por toda a família que lhe cerca, revigorando as raízes, espalhando sementes e aquecendo a chama da cultura oriunda da fé afro-brasileira.

As festas que ocorrem durante o ano são regadas pela reverência às divindades, ao zelo pela hierarquia deixada pelos antepassados e aos costumes provenientes pelos nossos antecessores vivenciados diariamente desde os noviços até os mais velhos inciados.